‘Não tenho medo de voltar para o Palmeiras’, afirma Diego Souza

Com futuro incerto, meia diz que prioridade da Traffic é negociá-lo com o mercado externo, mas permanência no Brasil não é descartada

Afastado do Palmeiras desde o fim de abril, o meia Diego Souza segue com seu futuro indefinido. Treinando somente em uma academia particular no Rio de Janeiro, o atleta afirmou que não tem receios de voltar a defender o Alviverde, caso não seja negociado para fora do país.

- Sempre fui tranquilo e sempre soube lidar com essas situações. Não tenho medo de voltar a jogar no Palmeiras. Tenho muitos amigos lá, sou homem e honesto. O que for decidido vou falar com a minha família e estudar para ver o que é bom – disse Diego Souza à Rádio Globo.

Diego foi afastado do Palmeiras depois de se desentender com alguns torcedores na partida com o Atlético-GO, no Palestra Itália, no fim de abril, e não pedir desculpas por ter ofendido o público. O técnico Luiz Felipe Scolari, novo comandante do Verdão, já manifestou o seu desejo de ter o atleta no elenco. No entanto, a Traffic, parceira do Alviverde na compra de jogadores, prefere negociá-lo com o mercado externo. Duas equipes já mostraram interesse: Catania (ITA) e Al-Jazira (Emirados Árabes).

Na entrevista, o meia afirmou que, caso não se transfira para fora do país, nada o impede de jogar por outra equipe que não seja o Palmeiras.

- Sei que tenho potencial e que posso render de campo. A Traffic não quis me liberar para times do Brasil e está aguardando que algo acontecesse para fora. Se não acontecer, sei que tenho portas abertas por aqui. A prioridade é para fora. Não tendo condições, pensaremos em uma equipe por aqui, que vai ser escolhida por mim e pela Traffic.

Valdivia: ‘Tem uma grande chance de eu voltar para o Palmeiras’

Meia admite que eliminação do Chile na Copa do Mundo pode acelerar o andamento das negociações com o clube alviverde

Já está escancarado o desejo da diretoria do Palmeiras de trazer o meia chileno Valdivia de volta para o Palestra Itália. A contratação do jogador seria o início da formação de um time para disputar o título do Campeonato Brasileiro. Talvez, agora, as coisas andem mais rapidamente. Com a eliminação do Chile da Copa do Mundo após a derrota de 3 a 0 para o Brasil, o atleta estaria com a cabeça livre para negociar o andamento de sua carreira. E, se depender de Valdivia, ele volta para o Palestra.

- Tem uma grande chance de eu voltar para o Palmeiras. É o que eu quero. Todo mundo sabe do meu desejo, eu quero voltar. Eu já falei que o Palmeiras está montando um time bom, contratou um técnico de qualidade. O meu desejo é voltar.

O jogador afirma que, sem a disputa da Copa do Mundo, o caminho para um acerto fica mais tranquilo. Valdivia ainda admite que a diretoria alviverde já entrou em contato.

- Pelo momento, eu tinha minha cabeça no Mundial, com minha seleção. Agora, vou pensar o que vai ser do futuro. A diretoria me procurou, mas não posso falar mais.

O meia diz que não conhece Luiz Felipe Scolari. Porém, isso não é um problema.

- Não conheço o Felipão, e não falei com ele. Sempre estou falando com os goleiros do Palmeiras, o pessoal que trabalha lá.

Novos reforços, Tadeu e Kleber treinam pela primeira vez no Verdão

Atacantes participam das atividades físicas normalmente após serem integrados ao elenco alviverde

Os novos reforços do Palmeiras já integram o elenco nos treinos normalmente. Os atacantes Kleber e Tadeu, que se apresentaram nesta semana, fizeram pela primeira vez atividades físicas fortes e treinaram com a bola com o time nesta quarta-feira.

- Eles vinham atuando pelos seus clubes e só precisam readquirir a forma. Como estão se sentindo bem, é importante que treinem no mesmo ritmo dos demais jogadores – afirmou ao site oficial do clube o preparador físico Anselmo Sbragia, que comandou as atividades da parte da manhã.

À tarde foi a vez de Jorge Parraga e o supervisor de futebol Galeano realizarem um treinamento técnico, em campo reduzido com dois toques na bola.

- Esses treinos iniciais com bola servem para os atletas se soltarem mais, principalmente após o período de folga e a carga intensa de atividades físicas. Nos próximos dias, vamos intensificar os trabalhos com bola e adotar outros tipos de treinos – explicou Parraga.

Treinando com portões fechados para a imprensa, o Verdão segue as atividades nesta quinta, sexta e sábado, com folga no domingo. Na parte da manhã do sábado, o treino será aberto.

Opção do Palmeiras, Leonardo terá transferência facilitada por gregos

Lateral esquerdo tem boa relação com dirigentes do Olympiakos, que não deve dificultar em caso de proposta oficial do Palmeiras

A lateral esquerda do Palmeiras deve passar por profundas mudanças nos próximos dias. Prestes a perder o colombiano Pablo Armero e com pouca chance de trazer Fábio Aurélio, ex-Liverpool, o clube volta todas as suas atenções para Leonardo, do Olympiakos-GRE. Segundo representantes dos gregos, a transferência será facilitada pelo fato de o lateral ter boa relação com a diretoria. Se uma proposta de compra ou até mesmo de empréstimo for feita, a chance de o negócio sair é grande. A diretoria palmeirense confirma que o nome de Leonardo está em pauta.

- O Leonardo já foi procurado, mas é nossa parceira quem deve tratar disso. Se der certo, será um bom reforço para suprir a saída do Armero. No momento é o nome mais forte, mas também temos outros em pauta – disse o vice-presidente de futebol Gilberto Cipullo, ao GLOBOESPORTE.COM.

O presidente Luiz Gonzaga Belluzzo já afirmou anteriormente que teve contatos com os representantes do jogador. Mas é a Traffic, parceira que auxilia o Palmeiras em contratações, que deve comandar as negociações.

Leonardo já é sonho antigo do Palmeiras, desde o início do ano. Aos 24 anos, o jogador revelado na Portuguesa está no Olympiakos há duas temporadas e é um dos atletas mais queridos da equipe grega.

Representantes de Armero mostram cautela

Armero está praticamente acertado com o Parma, mas seus representantes ainda não batem o martelo. A Turbo Sports, dona de 80% dos direitos federativos do jogador, reconhece que o clube italiano está próximo de fechar negócio, porém não descarta outros possíveis destinos para o colombiano, que deve deixar o Verdão por cerca de US$ 4 milhões (cerca de R$ 7 milhões).

- Existem algumas bases salariais que o agente do Armero já passou ao Parma, e eles já aceitaram essas bases. O que falta mesmo é o Parma concordar com nossos pedidos ou não. Eles discordando, ou o Armero fica no Palmeiras, ou vai pra uma dessas duas equipes na Europa. Existem dois outros clubes que disseram estar muito interessados no Armero, inclusive um na própria Itália. Nós agradecemos e dissemos que vamos conversar com eles se o negócio com o Parma não der certo – disse Régis Villas Boas, representante da Turbo Sports, em entrevista à Rádio Globo.

Aumentam as chances de Diego Souza ficar no Palmeiras

Propostas de Catania e Al Jazira não contentaram o meia

Kleber, Diego Souza e Valdivia juntos novamente? No que depender da vontade de Luiz Felipe Scolari, o trio estará em campo, no segundo semestre, pelo Verdão.

A situação de Diego, que era vista como praticamente irreversível no clube, é a mais próxima de sofrer uma reviravolta. Hoje, o presidente Luiz Gonzaga Belluzzo já considera grande a possibilidade de o jogador ser reintegrado ao grupo.

– Aparentemente, a chance de Diego Souza continuar no Palmeiras é maior do que antes – disse.

A mudança de rumo foi iniciada, justamente, por Felipão. O comandante não apenas manifestou o desejo de contar com o atleta, como também já procurou os homens-fortes da Traffic, parceira do Palmeiras e dona dos direitos de Diego Souza, para conversar.

O técnico se reuniu, no último domingo, em Johannesburgo (África do Sul), com J. Hawilla e Júlio Mariz, dono e presidente da empresa, respectivamente. O encontro foi revelado pelo próprio técnico, nesta segunda-feira, em entrevista coletiva.

– Diego Souza é espetacular, um excelente jogador. Eu solicitei a volta dele ao nosso patrocinador (Traffic). A minha intenção é ter o Diego quando eu assumir o Palmeiras (no dia 15 de julho) – disse.

O treinador não deu importância ao fato de o jogador ter sido afastado por fazer gestos obscenos a alguns torcedores que o xingavam, nas numeradas do Palestra Itália.

– Não quero saber o que aconteceu com a torcida do Palmeiras. Ele é jogador do clube, faz falta ao clube – afirmou, de forma enfática.

– Eu não mudei em nada, eu que mando na equipe, eu que escalo a equipe. Não tenho motivo para brigar com a torcida. Quero a torcida comigo. Os bons atletas vão trabalhar pelo Palmeiras – completou.

No clube, a transferência de Diego para o Catania, da Itália, ou para o Al Jazira, dos Emirados Árabes, era vista como quase certa. Mas, como a Traffic ainda não entrou em acordo com nenhum desses clubes, o presidente Belluzzo já se vê otimista em contar com o atleta.

Como o Verdão já voltou aos treinos e Diego ainda possui contrato com o clube, ele poderá ser reintegrado esta semana para trabalhar na Academia de Futebol.

Henrique aprova retorno, mas nega contato do Palmeiras

Jogador está na mira da diretoria do Verdão para voltar ao clube

De acordo com Benjamin Back, colunista do LANCENET!, o zagueiro Henrique , que defendeu o Palmeiras em 2008, está na mira da diretoria alviverde. Conversas entre as partes, inclusive, já foram iniciadas.

O defensor, porém, negou que já tenha sido procurado por alguém do Verdão, mas não descartou a possibilidade de retornar ao clube.

– Meu contrato é com o Barcelona. Meu empresário foi para lá para resolver minha situação. Ele foi no domingo. Essa semana deve já definir. Ninguém me falou nada de Palmeiras. Só se o Marquinhos (Malaquias, empresário) sabe de algo que eu não sei – disse.

Campeão paulista em 2008 pelo Palmeiras, o zagueiro admite que pode voltar ao clube. E a contratação de Luis Felipe Scolari como técnico do time, pode pesar nesta decisão.

- Seria uma boa trabalhar com o Felipão. Ele é um cara que dispensa comentários. Esse seria mais um motivo de aceitar, com prazer, o retorno ao Palmeiras – admitiu o zagueiro.

Depende do Barcelona (ESP), clube detentor dos direitos do atleta, aceitar o empréstimo de um ano. Na última temporada, ele atuou pelo Racing Santander, da Espanha. No começo deste ano, o Corinthians tentou a contratação do jogador.

Valdivia: ‘É um bom momento para voltar’

Ídolo da torcida, meia chileno admite boa hora para retornar ao Palmeiras, com Felipão e Kleber

Atualmente disputando a Copa do Mundo pelo Chile o meia Valdivia é o grande sonho da diretoria do Palmeiras para o segundo semestre. O Mago, ídolo da torcida, mais uma vez não escondeu a vontade de voltar ao clube, onde brilhou entre 2006 e 2008.

- É um bom momento para voltar. O Palmeiras está montando um time para ser campeão – afirmou Valdivia em entrevista ao Jornal Nacional, da Rede Globo.

De acordo com o presidente Luiz Gonzaga Belluzzo, o Palmeiras apresentará uma proposta ao Al Ain, dos Emirados Árabes, nos próximos dias. Ele viajará para o Oriente Médio para fazer a oferta, pessoalmente, aos dirigentes do clube do Mago.

– Vou para a Europa nesse próximo fim de semana resolver uns assuntos particulares. E, depois, devo ir para os Emirados – disse Belluzzo.

O retorno do meia Valdivia ao Palmeiras é também desejo do técnico Luiz Felipe Scolari. O treinador destacou o fato de o atleta chileno ter forte ligação com a torcida alviverde. Segundo ele, uma definição sobre o futuro do Mago pode ocorrer nesta semana.

– Valdivia é muito bom jogador. É um atleta identificado com o Palmeiras. Isso pode evoluir até o fim da semana – declarou o comandante.

– Mas não posso pensar em atleta para uma só posição. Eu tenho Lincoln, Diego Souza… – completou.

Felipão: elenco terá trabalho psicológico

Técnico quer melhorar parte emocional dos atletas do Verdão

O técnico Luiz Felipe Scolari irá assumir o Palmeiras apenas na metade do próximo mês. Porém, mesmo na África do Sul, o treinador já trabalha e mostra que está envolvido na preparação do time para o segundo semestre.

E uma das principais preocupações do comandante é com a parte psicológica dos jogadores, principalmente do atacante Kleber. Para melhorar o emocional dos atletas, Felipão irá contar com a ajuda da psicóloga Regina Brandão, com quem trabalhou em sua primeira passagem pelo Verdão, na Seleção Brasileira e na de Portugal.

- O Kleber é muitas vezes expulso pelo espírito, pela forma como se dedica para a equipe. É uma questão de trabalhar o aspecto emocional do atleta. Voltando para São Paulo, vou procurar a Regina Brandão, que vai me dar o perfil dos atletas. Eu terei tempo para trabalhar – disse o treinador.

Quando assumiu o Palmeiras, o técnico Antônio Carlos Zago também pediu a contratação da psicóloga Melissa Voltarelli. Porém, ela saiu do clube após a demissão do treinador.

Kléber, após primeiro treino: ‘Estou pronto para começar com tudo’

Gladiador, principal contratação do Palmeiras na pausa para Copa, participa de atividade com o elenco depois de liberação na semana passada

O atacante Kléber foi uma das novidades no treino do Palmeiras desta segunda-feira. Depois de ter sido liberado para retirar seu passaporte europeu na Itália, o Gladiador participou do treinamento físico realizado na Academia de Futebol. A atividade, fechada pela comissão técnica, não teve a presença da imprensa. Empolgado com o retorno ao clube no qual é ídolo, ele mostrou estar pronto para os desafios que virão depois da Copa do Mundo.

- Estou me sentindo bem e pronto para começar com tudo os treinamentos. Foi bem legal rever alguns companheiros com quem eu joguei aqui em 2008 – afirmou o atacante palmeirense.

Além dele, outra cara nova nesta segunda foi o atacante Tadeu, contratado junto ao Grêmio Prudente. Ele ainda não havia treinado com o grupo porque acertava sua saída do clube do interior. A apresentação oficial do jogador será nesta terça-feira. O lateral direito Figueroa, que também não tinha se reapresentado com o elenco, apareceu na Academia depois de resolver problemas particulares no Chile.

Nesta terça, o técnico Jorge Parraga comanda os primeiros treinos técnicos da equipe, que até agora trabalhou apenas a parte física. É ele quem fica responsável pelo time até a chegada de Luiz Felipe Scolari, que ocorrerá depois da Copa do Mundo.

Felipão quer voltar a treinar a Seleção Brasileira

Treinador revelou desejo de participar da Copa de 2014

Recentemente contratado pelo Palmeiras, o treinador Luiz Felipe Scolari, pentacampeão mundial com a Seleção Brasileira em 2002, não descarta a possibilidade de voltar a ser técnico do Brasil. Em entrevista concedida a emissoras de TV em Johannesburgo, Felipão falou sobre a possibilidade de retornar.

- Trabalhei lá e foi ótimo, maravilhoso. Quando é assim, você sempre tem a intenção de voltar. É bom voltar para onde você foi bem recebido e fez um bom trabalho – declarou o técnico.

Scolari revelou também ter a intenção de participar como treinador da Copa do Mundo de 2014, que será disputada no Brasil. O técnico deixou aberta até a possibilidade de treinar outra seleção na competição:

- Dá vontade de estar na Copa de 2014, por alguma seleção. Vou trabalhar para, quem sabe, estar em alguma seleção em 2014. E terminar minha carreira em 2014 com uma seleção qualquer.

Felipão, que também já foi técnico de Portugal, projetou o confronto das duas seleções que treinou, que acontecerá na última rodada do Grupo G desta Copa.

- O Brasil tem um time bem balanceado, bem posicionado defensivamente, bons jogadores no ataque, e um meio de campo que trabalha para o time. Eu confio no jeito que o Brasil está jogando. Portugal teve mais dificuldades no primeiro jogo, criou menos do que se esperava. Mas a decisão deverá ser no último jogo, contra o Brasil. Tomara que, com um empate, Portugal se classifique e o Brasil fique em primeiro – disse Felipão, mostrando de que lado está a sua torcida.

Pierre mostra otimismo com chegada de Felipão e outros reforços

Para o camisa 5, Palmeiras voltará a brigar por títulos de expressão

Depois um primeiro semestre em que o time decepcionou, nada melhor do que a perspectiva de que uma virada pode estar por vir. Esse é o sentimento no Palmeiras, que vinha sendo muito criticado pelo mau futebol apresentado, mas já confirmou a chegada de reforços de peso: o técnico Luiz Felipe Scolari, e o atacante Kleber.

O volante Pierre é um dos que confirma o otimismo com as contratações e acredita que a equipe voltará a brigar por títulos.

- Voltamos ao trabalho com o astral lá em cima, bastante motivados pela chegada de bons reforços, casos do Kleber e do Tadeu (atacante que estava no Prudente), e também do Felipão. Apesar de o começo(do Brasileirão)  não ter sido bom, ainda tem muito chão pela frente. Vamos voltar com força total para alcançarmos o mais rápido possível as primeiras colocações – comentou o volante Pierre, em entrevista ao site oficial do clube.

O camisa 5 ressalta ainda que a parada do Brasileirão, no qual o time está em décimo lugar, com nove pontos, para a disputa da Copa do Mundo vai ajudar o time recuperar o condicionamento físico e se reorganizar.

- Só o fato de trabalhar com um treinador tão consagrado é um grande estímulo para todos nós. Essa parada da Copa foi boa para carregar a bateria, e agora é se preparar bem para recomeçar o Brasileirão com tudo.

Belluzzo afirma que Verdão vai atrás de Valdivia com recurso próprio

Presidente confirma interesse no Mago e diz que não vai pedir ajuda a parceiros para concretizar a negociação

O presidente do Palmeiras, Luiz Gonzaga Belluzzo, confirmou o interesse na contratação do meia Valdivia, que está na África do Sul disputando a Copa do Mundo pela seleção do Chile. Os direitos federativos do atleta pertencem ao Al-Ain, dos Emirados Árabes, que pagou oito milhões de euros (cerca de R$ 20 milhões) ao próprio Verdão, em 2008.

- Nós estamos resolvendo qual será a maneira que vamos abordar a questão com o time dele, porque lá as regras são outras, mas já vamos fazer a proposta nos próximos dias. Pretendemos utilizar recursos do Palmeiras para comprar parte dos diretos federativos do Valdivia – disse Belluzzo, em entrevista ao GLOBOESPORTE.COM.

Valdivia já havia declarado na semana passada que bastaria um telefonema do Verdão para acertar seu retorno. A cúpula palmeirense gostou da intenção do Mago de voltar, mas havia dito que não era tão simples assim, pois o jogador tem mais dois anos de contrato com a equipe árabe.

Agora, com a confirmação de Belluzzo, o Palmeiras mostra estar perto de repatriar outro ídolo da torcida. Neste mês, já confirmados o atacante Kleber, que estava no Cruzeiro e já foi apresentado, e o técnico Luiz Felipe Scolari, que vai chegar após a Copa do Mundo.

Por outro lado, o meia Diego Souza está de saída. A Traffic, dona dos direitos federativos do jogador, tem duas propostas em mãos. Uma do Catania, da Itália, e outra do Al-Jazira, dos Emirados Árabes. Basta o meia decidir onde quer jogar.

Após folga, Pierre vê Palmeiras com astral renovado

Para o volante, clube deve brigar por títulos ainda em 2010

Após um primeiro semestre muito ruim, o Palmeiras teve uma folga de dez dias e voltou aos treinos na última quinta-feira. Para os jogadores, o clima no clube está muito melhor do que antes da parada do Campeonato Brasileiro.

Segundo o volante Pierre, a chegada dos reforços e do técnico Luiz Felipe Scolari melhoraram o astral do grupo.

- Voltamos ao trabalho com o astral lá em cima, bastante motivados pela chegada de bons reforços, casos do Kleber e do Tadeu, e também do Felipão – disse ele, que comemorou a contratação de Felipão:

- Só o fato de trabalhar com um treinador tão consagrado é um grande estímulo para todos nós. Essa parada da Copa foi boa para carregar a bateria, e agora é se preparar bem para recomeçar o Brasileirão com tudo.

Apesar do primeiro semestre ruim, o camisa 5, que é um dos ídolos da torcida, acredita que o Palmeiras tem totais condições de brigar pelo título da Sul-Americana e do Campeonato Brasileiro.

- O Palmeiras sempre disputa títulos. Apesar de o começo não ter sido bom, ainda tem muito chão pela frente. Vamos voltar com força total para alcançarmos o mais rápido possível as primeiras colocações – completou.

Verdão fará amistoso com Boca em nova despedida do Palestra

Duelo será no início de julho e também vai marcar estreia dos reforços e possivelmente a apresentação de Felipão para a torcida

A amistoso de despedida do Palestra Itália será contra o Boca Juniors, da Argentina. A data ainda não está decidida, mas o desejo é que o evento ocorra no início de julho, provavelmente no dia 4. O Palmeiras confirma também que há uma cláusula contratual para que o adversário venha com força máxima ao Brasil.

- Ainda não temos a data, mas o jogo está confirmado contra o Boca Juniors. Sem dúvida também que acertamos que os titulares estejam presentes – disse o presidente do clube alviverde Luiz Gonzaga Belluzzo, em entrevista ao GLOBOESPORTE.COM.

A ideia é também realizar outros jogos no mesmo dia, com veteranos que participaram a história palmeirense. Não está descartada ainda a possibilidade de torcedores que se inscreverem anteriormente participarem de jogos entre si antes das duas partidas festivas.

Além da despedida do Palestra, o amistoso com o Boca marcará a reestréia do atacante Kleber com a camisa palmeirense e a estréia dos outros reforços. Há a expectativa que o técnico Luiz Felipe Scolari, que está na África do Sul comentando a Copa do Mundo para uma emissora de TV local, possa estar presente para ser apresentado para o torcedor.

O último jogo oficial no campo palmeirense foi no dia 22 de maio, na goleada por 4 a 2 sobre o Grêmio, pela terceira rodada do Brasileirão. Após o amistoso, o estádio ficará fechado por dois anos para as obras da moderna Arena Palestra Itália, que custará R$ 300 milhões e será bancada pelo grupo WTorre, que vai explorar o local por 30 anos.

Diretoria espera, mas acredita que Diego Souza pode ficar

Meia irá definir seu futuro até a metade da próxima semana

A diretoria do Palmeiras continua confiante na permanência de Diego Souza no clube, mas deixa a decisão nas mãos da Traffic.

Segundo o vice-presidente de futebol do clube, Gilberto Cipullo, o Verdão está apenas aguardando uma definição da empresa sobre qual será o futuro do jogador.

– Não há novidade sobre o Diego Souza. A prioridade da Traffic é negociá-lo com o exterior. Enquanto não decidir, vamos esperar – disse.

– A diretoria não tem nada contra o retorno do Diego. Isso vai depender das negociações e da vontade do próprio jogador – completou.

Na última quinta-feira, na reapresentação do elenco, na Academia de Futebol, o diretor de futebol Savério Orlandi admitiu que o clube espera pelo retorno de Diego:

– Em nenhum momento excluímos essa possibilidade, nem mesmo antes do retorno do Felipão. É um pensamento da diretoria, passamos isso para o elenco, também.

Outro fator que pode fazer com que o meia permaneça no clube é a chegada do técnico Luiz Felipe Scolari. Na última semana, Diego declarou a um site italiano que, com o treinador, pode voltar ao Verdão.

Diego Souza e Verdão: novela perto do fim

Meia definirá o futuro até a próxima semana. Clube ainda tem esperanças

A novela envolvendo o meia Diego Souza está perto de acabar. A decisão sobre o futuro do jogador, afastado após discutir com torcedores no jogo contra o Atlético Goianiense, em 29 de abril, pela Copa do Brasil, deverá acontecer até a metade da próxima semana.

A Traffic, dona dos direitos de Diego e parceira do Palmeiras, tem duas propostas pelo meia: uma do Catania, da Itália, e outra do Al-Jazira, dos Emirados Árabes. Ambas estão dentro do valor que a empresa pede para negociá-lo e deixam a decisão nas mãos do jogador, o que deverá acontecer, no máximo, até a próxima quarta-feira.

O salário oferecido pelos árabes é muito superior ao dos italianos. Porém, a vontade de Diego é atuar em um grande centro do futebol, e a Europa seria a opção, mesmo que em um clube de menor expressão.

– O salário do mundo árabe é muito maior, isso entra no peso da decisão. O Catania é um clube médio, no qual ele pode se destacar. Até o meio da próxima semana devemos ter uma definição sobre isso. Dependemos da decisão do Diego – declarou Fernando Gonçalves, diretor da Traffic.

Mesmo com a saída do meia cada vez mais próxima de se concretizar, o clube não perde a esperança de tê-lo novamente no elenco. O técnico Felipão, inclusive, já pediu o retorno do jogador ao time.

Apesar de pequena, a possibilidade existe. A favor do Palmeiras, está o fato de Diego querer jogar em um grande clube europeu e uma transferência para o mundo árabe impossibilitaria isso no momento.

Além disso, sites italianos noticiaram durante a semana que a negociação com o Catania teria esfriado devido aos altos valores (a Traffic pede R$ 16 milhões pelo meia). Carlos Leite, empresário dele, disse que o negócio está parado.

Já o diretor da Traffic acha pouco provável o retorno ao Verdão.

– O Diego se sentiu muito injustiçado. Ele sempre honrou a camisa do clube e pegou o preço por uma má fase de todo o time. Não é impossível, mas é muito difícil. As propostas por ele são boas – disse.

A longa novela está perto de terminar. Apesar da iminente saída de Diego Souza, o Palmeiras ainda tem a esperança de um final feliz.

Elenco do Palmeiras realiza testes físicos

Jogadores fizeram apenas trabalhos de preparação física

Assim como na reapresentação, na última quinta-feira, o elenco do Palmeiras realizou apenas testes físicos nos treinamentos de desta sexta-feira.

No período da manhã, os jogadores foram divididos em dois grupos, que se alternaram entre trabalhos de musculação e na esteira.

As atividades foram comandadas pelo preparador físico Anselmo Sbragia e pelo fisiologista Paulo Zogaib. Segundo ele, a parada é importante para a preparação do elenco.

– Teremos um semestre puxado, com duas competições para disputar. Temos condições de aplicar todos os testes e planejar a preparação de cada atleta para que estejam no ponto ideal quando o Campeonato Brasileiro recomeçar – disse.

Neste sábado, o grupo treina de manhã e à tarde. Neste domingo, as atividades serão apenas no período da manhã.

Palmeiras vê Felipão como chamariz para novos reforços

Diretoria acredita que vários jogadores gostariam de ter a oportunidade de trabalhar com o novo técnico

O investimento para contratar um técnico como Luiz Felipe Scolari é alto, mesmo o clube contando com a ajuda de algum parceiro para arcar com as despesas, como é o caso do Palmeiras. Por outro lado, a cúpula alviverde acredita que a presença de Felipão será um atrativo para os jogadores que forem procurados para uma negociação.

- O valor agregado é indiscutível e isso tem se revelado mesmo com os nossos atletas. Não tenho dúvida que o Felipão vai nos ajudar bastante a conseguir bons reforços – disse o diretor de futebol Savério Orlandi.

A declaração do dirigente ganha respaldo no caso do meia Diego Souza, que após saber que Felipão seria o novo treinador se colocou à disposição para ser reintegrado, o que só não deve acontecer porque a parceira do clube, a Traffic, tem como prioridade vender os direitos federativos do jogador para o exterior.

Outro exemplo de que Felipão atrai o interesse de atletas renomados é o do meia chileno Valdívia, que manifestou o seu desejo em retornar ao Palestra Itália durante entrevistas concedidas na África do Sul, onde disputa a Copa do Mundo pela seleção do Chile. A diretoria já estuda alguma maneira de tirá-lo do Al Ain, dos Emirados Árabes, que pagou oito milhões de euros pelo jogador em 2008.

Outro profissional renomado, mas neste caso que atua fora dos gramados, também pode aceitar trabalhar no clube alviverde graças à chegada de Felipão. Trata-se do gerente de futebol Eduardo Maluf, que está de saída do Cruzeiro e recebeu um convite pessoal do técnico. Por ter proposta de outros clubes, o dirigente ainda não informou qual será seu futuro.

Antes da chegada de Felipão, seria mais difícil convencer estes profissionais a aceitarem uma proposta do clube, que demitiu três treinadores em um ano e meio e vinha recebendo críticas de ter um elenco limitado e sem grandes expectativas para a o Brasileirão.

Tadeu sofre com ‘maldição’ no Brasileirão

Novo reforço do Palmeiras para o Campeonato Brasileiro não dá sorte na competição

Tadeu é o novo reforço do ataque do Palmeiras para o Brasileirão. Mas o jogador não costuma ter sorte nesta competição. Nos outros dois anos que jogou o campeonato (em 2007, pelo Juventude, e em 2008, pelo Figueirense) o atacante viu seu time ser rebaixado.

No Brasileirão de 2007, depois de ficar parado devido a uma lesão, Tadeu entrou no meio do campeonato e participou de 14 jogos, marcando cinco gols pelo Juventude. Mesmo assim, viu seu time acabar o Brasileirão rebaixado, na 18ª posição.

No início de 2008, Tadeu foi contratado pelo Grêmio e, em abril, emprestado para o Figueirense, clube pelo qual jogou todo o Brasileirão. Desta vez o atacante participou de 31 partidas, mas marcou apenas sete gols e, novamente, viu seu time ser rebaixado no fim do campeonato. O Figueira terminou a competição na 17ª posição.

Após o segundo rebaixamento, Tadeu foi para a Turquia, onde teve passagem apagada pelo Bursaspor (13 jogos e apenas um gol).

No início de 2010, o jogador voltou para o Brasil. Contratado pelo Grêmio Barueri (atual Grêmio Prudente) fez um bom Paulistão. Com nove gols em 18 jogos (sendo um deles contra o Palmeiras) ajudou seu time a chegar às semifinais da competição.

No Brasileirão, jogou três partidas pelo Grêmio Prudente e fez um gol. Agora, no Palmeiras, tentará acabar com a sina de ser rebaixado ao fim de todo Campeonato Brasileiro. Quem sabe Tadeu não quebra a ‘maldição’ com um título?

De volta ao Verdão, Pracidelli espera adiar aposentadoria de Marcos

Preparador de goleiros é o primeiro membro da nova comissão técnica a chegar no Palmeiras

O “velho” novo preparador de goleiros do Palmeiras, Carlos Pracidelli, espera adiar a aposentadoria do capitão Marcos, que está programada para o final deste ano, segundo declarações recentes do camisa 12. Para o membro da comissão técnica, o jogador ainda pode ser muito útil ao Verdão.

- Vou tentar, sim (adiar a aposentadoria do jogador, que quer parar após o Brasileirão). Ele ainda tem muito para realizar na carreira e esperamos que possa nos ajudar nos objetivos que traçamos para o Palmeiras daqui para frente – declarou.

Pracidelli é o primeiro a chegar da nova comissão técnica, que também contará com Luiz Felipe Scolari, que se apresentará no dia 15 de julho, e o auxiliar Flávio Murtosa, que começa a trabalhar no próximo dia três.

O começo dos trabalhos de Pracidelli com Marcos, no entanto, não será imediato, pois o goleiro acaba de realizar uma cirurgia no menisco do joelho esquerdo e tem previsão para voltar aos gramados em quatro semanas.

O preparador tem 14 anos de Palmeiras e acompnhou Felipão nas passagens do técnico pelo Chelsea, da Inglaterra, o Bunyodkor, do Uzbequistão, e estava junto com treinador na comissão técnica da seleção brasileira que conquistou o pentacampeonato mundial em 2002, na Ásia.

Apresentação de Felipão pode ocorrer em amistoso no Palestra Itália

Diretoria planeja jogo que marcaria nova despedida do estádio, a apresentação do treinador e estreia dos reforços

O Palmeiras estuda fazer uma nova despedida do Palestra Itália, que ficará fechado para reformas por dois anos em virtude da Arena Palestra Itália. A data e o adversário do evento ainda não estão definidos, mas a ideia é que ele ocorra no começo de julho e especula-se que seria contra um time argentino.

- Esse amistoso seria não só a estreia do Kleber, como de outros reforços e ainda valeria como a apresentação do (novo técnico Luiz Felipe Scolari) Felipão, que se tiver disponibilidade de agenda viria para ser apresentado para a torcida – disse o diretor de futebol do Palmeiras, Savério Orlandi.

Felipão está na África do Sul comentando a Copa do Mundo para uma emissora de televisão local. Caso participe do evento, apenas seria apresentado aos torcedores, mas não comandaria a equipe.

O último jogo disputado no Palestra Itália foi na goleada por 4 a 2 sobre o Grêmio, no dia 22 de maio, pela terceira rodada do Brasileirão.

Diretor diz que empréstimo seria alternativa para repatriar Valdívia

Savério Orlandi acha difícil, mas admite que o Verdão sonha com a contratação de mais um ídolo da torcida

A contratação do atacante Valdívia, por parte do Palmeiras, não é tão simples como o chileno deu a atender em entrevista na África do Sul, onde disputa a Copa do Mundo pela seleção do Chile. O jogador, que tem contrato Al Ain, dos Emirados Árabes, disse que bastaria um telefonema para retornar ao Verdão.

- Quanto ao Valdívia, não existe negociação em andamento. Ouvimos entrevistas dele na África do Sul, mas é evidente que a vinda não envolve só um telefonema. Senão, eu teria imenso prazer em fazê-lo. O Valdívia sequer cumpriu metade do contrato dele com o time árabe, que fez um alto investimento no jogador – disse o diretor de futebol palmeirense, Savério Orlandi.

Como os árabes pagaram oito milhões de euros pelo Mago, em 2008, dificilmente aceitarão uma proposta baixa. A alternativa seria um empréstimo de um ano, com o jogador prorrogando o vínculo com os árabes pelo mesmo período.

- O Palmeiras estuda se fará uma proposta oficial pelo jogador, mas se isso ocorrer tratará primeiro com o clube árabe para só depois conversar com o atleta. O lance do empréstimo com a prorrogação do contrato é o que costuma ocorrer neste tipo de negociação, e seria uma alternativa viável, mas ainda não procuramos ninguém para tratar disso – ressaltou.

O novo técnico Luiz Felipe Scolari se reuniu com o vice-presidente de futebol Gilberto Cipullo por três dias em Portugal e aprovou uma repatriação do meia chileno. O técnico também sugeriu alguns nomes, que não foram revelados pela diretoria.

Quanto ao atacante Ricardo Oliveira, que o Palmeiras chegou a consultar, as esperanças se encerraram ontem (quinta-feira), quando o jogador disse que voltaria para o Al Jazira, dos Emirados Árabe, assim que se recuperasse da contusão no joelho.

Felipão quer Diego Souza, mas parceira tem três propostas em mãos

Diretoria já aceita reintegrar o meia, só que a prioridade da Traffic é negociá-lo com o exterior

O novo técnico do Palmeiras, Luiz Felipe Scolari,que está na África do Sul comentando a Copa do Mundo para uma TV local, deixou claro para a cúpula alviverde que gostaria de contar com o meia Diego Souza, que está afastado do elenco. No entanto, a Traffic, dona dos direitos federativos do meia, tem três propostas concretas e pretende negociá-lo.

- O Diego tem contrato de cinco anos com Palmeiras e já cumpriu metade. Temos que entender como funciona o futebol e em função dessas propostas talvez o momento seja o mais adequado para aceitar uma delas. A coletividade palmeirense tem que aceitar se isso ocorrer. Senão ocorrer, seria ótimo tê-lo de volta ao time – afirma o diretor de futebol do clube, Savério Orlandi.

As propostas são do Catania, da Itália, do Al Jazira, da Arábia Saudita, e mais outra do futebol do Qatar. O jogador afirmou que aceitaria ser reintegrado ao elenco, se essa fosse a vontade de Scolari, mas o presidente da Traffic, Julio Maris, já disse também ao GLOBOESPORTE.COM que uma negociação com o exterior está praticamente fechada e as chances de reintegração são quase zero.

Para Savério, o episódio em que Diego foi afastado pela diretoria por fazer gestos obscenos para a torcida palmeirense após ser substituído no primeiro jogo da quartas de final da Copa do Brasil, contra o Atlético-GO no dia 29 de abril, não seria mais obstáculo.

- O que ocorreu naquela partida foi pontual, temos que ser realistas e o torcedor compreensível. Tem que ser ultrapassado e não podemos fazer disso um bicho de sete cabeças. O ponto é a negociação e, se ela ocorrer, o Diego e o Palmeiras também receberão a sua parte, assim como a nossa parceria – concluiu o dirigente.

Com Arena à disposição da Copa, Verdão espera lucrar

Estádio palmeirense surge como opção para 2014

Com o veto da Fifa ao Morumbi para a Copa de 2014, a Arena Palestra Itália surge como uma das opções de São Paulo para sediar os jogos no estado no Mundial. Nesta quinta, o diretor de futebol, Savério Orlandi, voltou a afirmar que o estádio estará à disposição da entidade para ser utilizado na competição:

– Em 2012 vai estar à disposição do clube, de São Paulo e do país a mais moderna arena esportiva do Brasil. Ela atende a todas as exigências do caderno de encargos da Fifa e, dessa forma, ficará à disposição para ser utilizada na Copa.

O dirigente garantiu que a cidade será sede do Mundial e, segundo ele, com a utilização do estádio na Copa do Mundo, o clube seria beneficiado de diversas maneiras, principalmente na parte financeira:

– O Palmeiras ganharia muito com isso. Na questão financeira, seria diretamente e indiretamente. Quando um estádio abriga um jogo de Copa, as marcas querem se agregar ao clube. Além disso, o Palmeiras ganharia grande notoriedade.

Felipão já começa trabalho no Palmeiras

Apesar da distância, técnico vai dando sua cara ao Verdão

O técnico Luiz Felipe Scolari está na Europa com a família e só irá assumir o comando do time na metade do próximo mês. Porém, mesmo a quilômetros de distância, ele já começou a trabalhar no Verdão.

Assim que decidiu aceitar a proposta para retornar ao clube, o treinador fez reuniões em Portugal com o vice de futebol, Gilberto Cipullo, e com o supervisor, Galeano. Em pauta nos encontros, o início do planejamento no Palmeiras e a indicação de alguns jogadores para a diretoria tentar a contratação.

O último que chegou, inclusive, teve o aval de Felipão. O atacante Tadeu, anunciado na última quarta, foi aprovado pelo treinador.

Segundo o diretor de futebol do clube, Savério Orlandi, o contato com o técnico é diário e ele tem participado de todas as negociações.

– As reuniões feitas com o Felipão foram muito em cima do elenco. Passamos a ele nossas impressões, ele indicou alguns nomes e houve um consenso – disse.

– Estamos falando com ele todos os dias. O Felipão esta a par de todas as negociações. Todas as contratações que já aconteceram foram com a aprovação dele e as que serão feitas também – completou.

A intenção da diretoria é acertar todas as negociações até antes da volta do Brasileirão e deixar o elenco fechado para quando o treinador assumir o comando do time.

Felipão irá comentar a fase final da Copa do Mundo para uma emissora sul-africana e só deve chegar no dia 15 de julho. Porém, Flávio Murtosa, seu auxiliar, passará a comandar os treinamentos do Palmeiras no próximo dia 3 e irá implantar o estilo do novo técnico. O preparador de goleiros Carlos Pracidelli, já começou a trabalhar.

Mesmo sem ser apresentado oficialmente, Felipão já começa a dar cara nova ao time do Palmeiras.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.